Telefones:
Fixo: (61) 3326-1162
Celular: (61) 98205-0009
Whatsapp: (61) 98205-0031 Como Chegar

Como Chegar


Cálculo de Risco cardíaco

Desenvolvida nos Estados Unidos com base em um grande estudo populacional, chamado Estudo de Framingham, iniciado em 1948 na cidade de Framingham, Massachusetts e patrocinado pelo National Heart Institute.

Naquela época pouco se conhecia sobre os fatores de risco cardiovascular e o objetivo do estudo foi identificar os fatores que contribuíam para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares.

Foram recrutados 5.209 habitantes de Framingham de ambos os sexos e sem doença cardíaca aparente, que realizaram extensa avaliação clínica e laboratorial e tiveram seus hábitos de vida cuidadosamente analisados. A partir de então eles retornaram para serem avaliados a cada 2 anos.

Os resultados dessas observações permitiram a identificação dos principais fatores de risco cardiovascular hoje conhecidos tais como hipertensão arterial, colesterol elevado, tabagismo , entre outros.

Tais dados permitiram o desenvolvimento do Escore de Risco de Framingham, que embora tenha sua origem em uma população americana predominantemente branca, teve sua utilidade demonstrada por estudos realizados em várias partes do mundo, inclusive no Brasil.

Este mede o risco de uma pessoa apresentar angina, infarto do miocárdio ou morrer de doença cardíaca em 10 anos. O risco é considerado baixo quando o escore é inferior a 10%, intermediário quando éstá entre 10 e 20% e alto quando é superior a 20%.

Lembre-se que se trata apenas de uma estimativa de risco e que o fato de você ter baixo risco agora não significa que você nunca terá doença cardíaca e que manter hábitos saudáveis é a melhor forma de cuidar da saúde do seu coração.